Confiram o conto erótico da Médica que adora dá seu cuzinho delicioso.
A mais ou menos um ano e meio, eu Thiago recém separado fui a uma festa de família onde foram reunidas nossos familiares, pessoas que eu nunca havia visto e outras que já conhecia. A festa foi bem animada, mas havia uma menina de mais ou menos 30 anos que chamava atenção, não só pela sua beleza, mas também pela simpatia e sorriso lindo. A safada é uma médica deliciosa e sem frescuras.

Depois de alguns Whisky e um pouco mais corajoso pedi uma prima que fizesse o papel de cupido e tentasse nos aproximar sem deixar transparecer que eu estava muito a fim. Só não sabia que ela também já tinha de longe observado e perguntado quem eu era. Pouco tempo depois já estávamos sendo apresentados e descobri que a mãe dela era prima da minha e eu nem sequer a conhecia. Ficamos ali conversando e o grau da bebida subindo cada vez mais e a gente se soltando. Quando a festa estava por encerrar a convidei para irmos para outro lugar. Ela aceitou e fomos em meu carro, porque a mãe dela havia ido embora mais cedo e ela ficou de pegar uma carona com alguém. Adivinha quem foi esse alguém, prontamente a lhe oferecer uma carona?!? Então fomos embora e no meio do caminho parei o carro e nem expliquei muito, já com uma confiança enorme lhe dei um beijo e olha esse beijo foi daqueles que desperta qualquer sentimento daqueles mais profundos e mais sacanas. Ficamos mais um pouco com o pessoal em um barzinho e comecei a falar sobre um produto que represento em Minas Gerais que hidrata o cabelo através de laser, sem precisar molhar o mesmo.
Como sabem, tocou nesse assunto (cabelos) com uma mulher, é assunto que rende muito, ainda mais quando se tem algum conhecimento técnico. Falei que queria fazer aquela hidratação nela naquela noite, pois, não sabíamos quando iríamos nos encontrar novamente, já que eu trabalhava em uma região e Carol era médica em uma cidade distante, melhor dizendo eu precisava transar com ela naquela noite ou poderia nunca mais vê-la. Passei em minha loja as 02:00 horas da madrugada e peguei o kit com o tal laser e disse que precisávamos de um lugar para ligarmos e que tivesse água e lugar para lavarmos o cabelo antes da aplicação ( conversinha mole para chegarmos a uma conclusão que o único lugar onde poderíamos encontrar estas condições naquele horário era um motel. Naquele dia depois de tanto insistir consegui ter uma transa legal mas que digamos nota 8,5!.

Depois disso nos encontramos várias vezes e fomos melhorando nossa performance a cada dia, só que uma coisa que gosto demais ela nem dava chance, dizia que iria guardar para o seu marido que era o seu cuzinho e que por sinal era O CUZINHO, rosado, depiladinho e bonito, mas muito bonito! Eu ficava louco, tentando mais com muita cautela para não assustar e acabar com tudo. Depois de algum tempo começamos a namorar e ficamos gostando cada dia mais um do outro. Quando o assunto era sexo sempre falava que anal era o que eu mais gostava, mas dizia que não me preocupava se não acontecesse (mentira, estava louco para acontecer) e cada vez evoluindo mais e mais, com muitas fantasias e descobertas.
Virei um estudioso no assunto e descobri que a paciência era o ponto chave para que acontecesse com prazer, sem traumas para a Carol porque poderia ser a primeira e única vez. Coloquei em minha cabeça que podia demorar mas eu iria fazer ela ter prazer em anal, li que quando a mulher chega a esse ponto de prazer e gozo anal, a sensação para elas é um prazer enorme. Na semana em que completei 38 anos, Carol havia sedo convidada para ser madrinha de casamento na cidade de João Pinheiro norte de minas e como namorado seria o seu par, como estava a algum tempo sem nos encontrarmos devido a vida corrida de ambos e cidades distantes, pensei que seria uma oportunidade muito boa para transarmos bastante e colocar nossa vida sexual em dia, mas não pensava que rolaria o anal naquela viagem. As mulheres nos surpreendem a cada dia e muito, vocês acreditam que ela havia programado que iria me dar ELE como presente de aniversário naquela viagem e de maneiras que eu nunca imaginaria, ou pelo menos nos próximos meses?!?. Fomos no carro dela e ela me pediu para dirigir.

Ao andarmos uns 100km ela disse que queria fazer xixi e que não aguentaria esperar até o próximo posto, pediu para parar o carro na beira da estrada para fazer. Eu tenho uma tara muito grande em vê-la agachada com aquele bumbum gostoso e branquinho todo abertinho e aquele barulhinho gostoso do xixi saindo, muitas vezes chegava por trás colocava meu dedo no cuzinho dela sem introduzir só para sentir ele pulsando enquanto o xixi saía, que delícia!!!! Acontece que desci do carro, dei a volta como sempre para assistir mais uma vez aquele tesão fazendo xixi ao ar livre, foi quando ela me surpreendeu e pediu para que eu ficasse assentado na beirada do carro ( quando abrimos a porta, naquela parte onde muitos colocam o pé para entrar, mais baixo que o banco e mais ou menos 30cm do chão. Ela viu e sabia que eu ficava excitado naquelas condições e pediu que eu descesse as calças e assentasse ali,como gosto de fantasias logo tirei em pleno o dia, mas nunca imaginava o que iria acontecer.

Ela com um movimento que eu diria planejado, abaixou e colocou todo meu pau dentro de sua boca deixando-o bem molhado de saliva e com uma viradinha bem provocante abriu bastante aquele bumbum lindo e assentou em cima de mim enfiando ele todo atrás bem devagar e continuamente. Estava naquele momento com o pau tão duro que só senti aquele cuzinho quentinho e apertado descendo até o fim. Depois ela disse, para eu ficar naquela posição que ela iria fazer xixi (aconselho a todos) e cada vez que ela fazia força para o xixi sair o seu cuzinho apertava meu pau causando uma sensação de prazer e vontade de bombar forte dentro dele. Depois disso fui inventando coisas novas e aperfeiçoando sem pressa novas técnicas até chegar ao dia de hoje onde ela não consegue ficar satisfeita totalmente se não rolar um delicioso e demorado sexo anal, um verdadeiro vício da minha médica linda de bumbum gostoso e branquinho… Mas as outras experiencias e fantasias extremamente picantes e inusitadas contarei em outros contos (verídicos) isso se vocês gostarem. A partir do próximo serei muito mais explícito e detalhista sobre como chegamos até a dupla penetração anal (eu e um vibrador) onde ao invés de dor elas só sentiu prazer e prazer um prazer que eu garanto, bem mais forte que qualquer outro… Até o próximo conto erótico da médica gostosa.

Relacionados

1 comentário para “Conto Erótico Da Médica Viciada Em Dar o Cuzinho

  1. Veloucura • 6 de outubro de 2016

    Otimo conto to de pau duro aqui meu whats mulheres do vale do paraiba sao paulo tte me chamem

Deixe seu comentário

O Maior, Melhor e rápido site de fotos amadoras do Mundo! Contos eróticos, fotos de novinhas, fotos de casadas e coroas gostosas sempre selecionadas a dedo. Para quem curte contos eróticos com fotos, fotos de amadoras gostosas, mulheres nuas e várias outras gostosas peladas, temos sempre o melhor conteúdo atualizado diariamente! Baixe fotos de gostosas, fotos de casais, imagens de sexo, quadrinhos porno, animes pornos, fotos porno e muito mais aqui em nosso site!


© 2017 - Fotos Amadoras – Imagens De Sexo Caseiro – Fotos Amadoras de Novinhas