Seleção de relatos pornos

Seleção de relatos eróticos de mulheres casadas que narram suas aventuras sexuais e fantasias sexuais ao longo de seus casamentos. Buscamos sempre pela melhor seleção de relatos eróticos da atualidade. Todos os dias novos contos eroticos porno em nossa index.

ESPOSA DOMINADORA GOSTOSA

Meu nome é Gabi tenho 19 anos sou moreninha com peitos médios e com uma bunda bem redondinha e linda. Meu namorado tem 20 anos e é muito gostoso e pervertido. Ele adora que eu inove e faça coisas diferentes na hora de nossas transas. Pede para eu inventar qualquer coisa qualquer uma mesmo. Eu sempre sou muito submissa, mais esse dia resolvi mudar. Um certo dia fui trabalhar normal, e quando saí do serviço fui direto pra casa dele. Tinha trabalhado o dia inteiro e tava um calor danado, aí cheguei e chamei ele direto pro quarto, ele me obedecendo foi. Lá fui empurrando ele e o mandei deitar no chão de barriga pra cima, ele se entender me obedeceu. Coloquei meus pés no peito dele, eu estava com uma rasteirinha e tinha entrado bastante terra, portanto meus pés estavam imundos.

Ele ficou com um pouco de nojo mais como ele é podolatra ficou admirando meus pezinhos. Logo falei: não é pra ficar só olhando, quero ver você limpando tudinho.. é para deixar meus pezinhos bem limpinhos. Coloquei o pé na boca dele e ele começou a chupa-los, como ele é muito pervertido ficou muito excitado com aquilo. O pau dele foi logo ficando duro, então ele começou a me puxar para sentar no cacete dele. E eu falei: não não querido, agora você é meu escravo é para fazer tudo que eu mandar. Sentei com a buceta na cara dele, tava muito suada, comecei a abrir bem a buceta e esfregar na cara dele, obrigando ele a lamber tudinho. Aí depois dele me limpar inteirinha fiz um 69 com ele, comecei chupar e engolir aquele caralho delicioso inteirinho.

Enquanto ele chupava meu cuzinho, eu fazia bastante força e soltava uns peidos na cara dele e falava: é isso que você merece seu porquinho. Eu estava ha dias sem cagar para isso. Minha bunda estava fedida de suor e eu peidava na cara dele. Os peidos eram demorados e quentes. Ele tinha ânsia de vômito mas tinha de aguentar trato é trato. Eu já não estava aguentando mais e fiquei de quatro e ele foi rapidinho colocar aquela mala deliciosa no meu cu. Ele socou tudinho de uma vez e começou a bombar muito forte, eu não aguentei e acabei cagando no pau dele.

Aí eu falei: você não vale nada, faz tudo que eu mando, você é um merda sabia? E quanto mais eu xingava ele mais excitado ele ficava com aquele caralho babando. Eu deitei e abri as pernas e ele começou a me comer, a bombar muito rápido e eu colocando o pezinho na cara dele. Eu não aguentei gozei soltando muito leitinho naquela pica gostosa, aí quando ele tava quase gozando eu falei: para não é pra você gozar assim.. fica de quatro aí, agora você vai ser meu viadinho.. Ele se empinou batendo uma punhetinha e eu fui la pra trás e comecei a tocar o brioco dele. Enfiava um dedinho tirava, chupava, enfiava minha língua la no fundo daquele cu gostoso dele. Ele gemia muito, daí comecei a enfiar cada vez mais o dedo naquele cuzinho maravilhoso, até que ele não aguentou e gozou. Esse dia foi demais, adorei fazer meu namoradinho de escravo.

COMENDO A ESPOSA E AMIGA DIVORCIADA

Uma amiga da minha esposinha estava com algumas broncas domésticas e a minha mulher perguntou se ela poderia passar uma semana na nossa casa ate ela reorganizar a sua vida. Como não vi nada demais, concordei e fui trabalhar. A noite quando retornei, ao abrir a porta da sala me deparei com uma bunda grande, empinada e virada na minha direção, comprimida dentro de um shortinho cravado. A amiga da minha mulher juntava os cacos de um copo quebrado no chão e estava curvada exibindo a perfeição da sua linda bunda. Cumprimentei a amiga dela que ficou vermelhinha e fui beijar a minha mulher. Logo depois fui tomar um banho e quando me juntei a elas na sala vi que ela tinha muito mais do que uma linda bunda.

Não quis invadir a privacidade delas que conversavam sobre os problemas da amiga e fui para o meu quarto mexer no computador. Aquela bunda perfeita não saia da minha cabeça e eu acabei indo ver uns filmes de sacanagem enquanto a minha mulher instalava a sua amiga no outro quarto. Ela logo depois veio dormir a essa altura eu já estava tarado de tanto ter visto filmes de sacanagem e peguei a minha mulher de jeito. Ela ficou se mordendo para não gemer auto enquanto eu socava forte, não queria que a sua amiga percebesse que nos estávamos transando no quarto ao lado. Quando sai para trabalhar de manhã ao passar pelo quarto da sua amiga vi que a porta estava entre aberta e dei uma olhada rápida lá para dentro. Ela parecia dormir de costa e então eu abri um pouquinho mais a porta para ver melhor e se de shortinho ela já era uma delicia, o que dizer de uma camisola fina, curta e transparente?

Para completar ela estava com uma calcinha minúscula cravada na bunda. Se já era grande de shortinho de calcinha parecia enorme, enorme e apetitosa. Depois de passar o dia inteiro pensando na bunda da amiga da minha mulher eu retornei para casa e dessa vez ela estava mais comportada. Não menos sensual porque o pano do seu vestido contornava emoldurando o seu corpo e o decote do busto quase expulsavam os seus peitos. Novamente me recolhi primeiro e quando a minha mulher veio para o quarto eu a peguei de jeito, ela se viu louca pela fúria que eu a devorava e acabou não segurando os seus gemidos. Depois que nos amamos ela questionou que a sua amiga poderia ter nos ouvido e queria saber porque eu estava tão impossível. Disse que tinha visto um filme onde duas mulheres se agarravam enquanto o homem assistia a tudo e que os detalhes que a câmera explorava eram muito eróticos. Na manhã seguinte novamente dei uma passadinha rápida no quarto da amiga dela que dessa vez estava virada de frente, a sua camisola estava levantada e a sua calcinha só estava presa a uma das suas pernas, o que me levou a acreditar que ela se masturbou ouvindo a nossa transa.

Me contive para não tocar naquela xoxota raspada e fui trabalhar. Ao voltar a noite não encontrei ninguém em casa fui tomar o meu banho e pouco depois ouvi elas chegando, tinham ido fazer uma caminhada e é claro que usavam aquelas roupas de ginástica coladas ao corpo e que corpo tinha aquela amiga da minha mulher. Minha mulher foi tomar o seu banho no banheiro do nosso quarto e a sua amiga no banheiro do corredor, quando eu escutei o barulho da água caindo abri suavemente a porta do banheiro e fiquei vendo a sua amiga se lavar, eu estava tão excitado que coloquei o meu cacete para fora e comecei a me masturbar olhando a espuma escorrendo pelo seu corpo, mas me segurei para não gozar. Dessa vez minha mulher tentou fugir, mas pela terceira noite seguida eu a agarrei e depois de a dominar ela já estava extasiada antes mesmo de eu a possuir, lambi o seu grelinho e ela gozou alucinadamente depois continuei dando varias socadas naquela xoxota ate ela gozar novamente. Mesmo se mordendo para tentar conter os seus gemidos de prazer é claro que um e outro escapou numa socada mais forte. Antes de sair para trabalhar espiei o quarto da amiga da minha mulher, deitada de costa, ela vestia um shortinho largo que deixava a sua xoxota amostra, novamente me segurei para não a tocar e novamente passei o dia excitado pensando na amiga da minha mulher.

Com um pouquinho a mais de intimidade iniciamos uma conversa amistosa que logo foi se tornando pessoal. Logo falávamos abertamente sobre sexo e quando a conversa estava ficando interessante a minha mulher nos cortou perguntando se eu não ia dormir para poder trabalhar. Dei um sorriso sem graça, me despedi da sua amiga e fui me deitar, dessa vez a minha mulher demorou muito e quando eu acordei de madrugada ela já estava dormindo ao meu lado, me levantei na ponta dos pés e fui para o quarto da amiga dela que só vestia uma camiseta grande. Suavemente eu levantei a sua camiseta e fiquei olhando excitado para aquela deliciosa bunda, ela se remexeu na cama e suas pernas ficaram entre abertas mostrando a sua xoxota, desta vez não me contive e arrisquei lhe tocar, ela tornou a se remexer ao meu toque e rapidamente eu sai do quarto achando que ela poderia acordar e me flagrar ali, quando retornei excitado para o meu quarto novamente ataquei a minha mulher, ela ainda dormia quando eu comecei a lhe chupar, ela já acordou excitada puxando a minha cabeça contra a sua xoxota e assim que ela gozou eu montei em cima dela, ela parecia ter esquecido que a sua amiga estava no quarto ao lado porque ela gemia auto de tão excitada enquanto eu socava forte o meu cacete na sua xoxota. Desta vez éramos nos que estávamos sendo observados em pleno ato, eu não havia trancado a porta do meu quarto porque já vim cego de vontade para possuir a minha mulher e os seus gemidos haviam despertado o sono inquieto da sua amiga, ela havia se levantado para ir ao banheiro e depois ela ficou parada na porta do nosso quarto nos assistindo transar, excitada com o que via ela começou a se tocar ate que a minha mulher sinalizou para que ela entra-se no quarto, fui surpreendido quando ela subiu na nossa cama e logo se posicionou de quatro para participar da relação, é claro que não pensei duas vezes e logo troquei o meu cacete de xoxota, segurando na cintura dela eu empurrei tudo ate gozar e continuei socando, socando ate ela gozar também.

CASADA SABE COMO USAR SEU BUMBUM

Meu nome é Flávia e moro no bairro do Varadouro Em Olinda. Tenho 28 anos e acabei de separar-me novamente É meu segundo casamento que deu errado. E o motivo das duas separações foi essa minha bunda. E trouxe-me situações bem difíceis e desde bem mais nova. Bronca com casadas do bairro que descobriram o que seus maridos faziam com meu rabo. Acho até que tenho culpa de tanta confusão. Mas é que essa minha bunda eu uso e uso muito Desde que descobri os prazeres anais nunca mais parei. Tornou um vício meu, Uma bunda dessa não pode servir somente para cagar. É um desperdício Mas a maioria das esposinhas usam esse grande instrumento de prazer com outras coisas bobas e não sabem o que perdem e como deixam os machos loucos.

Mas reconheço que extrapolo nesse meu tesão. E quero usar esse espaço do site para isso desabafar e trocar experiência, será que estou certa ou errada no uso dessa minha bunda? Ainda me lembro de quando descobri esse prazer foi tomando banho. Quando estava lavando a bunda com os dedos ensaboados eu lavava o meu reguinho mas nesse dia a sensação das preguinhas em meu dedo indicador me deram uma sensação diferente. Eu sentia todas elas e gostei disso começo a enfiar o dedo sinto a resistência de meu ânus apertado. Ensaboei mais e continuei era a primeira vez que eu sentia o quanto era quente e macio lá no fundo de meu cu. Começo a rodar o dedo lá dentro tirar quase todo e enfiar novamente. Pela primeira vez sinto minha buceta ficar mais quente e molhada com isso.

Eu tinha prazer no cuzinho que gostosa descoberta. Falei para uma amiga que falou que isso era nojento decepção total com ela. Mas com outra foi diferente ela falou que fazia anal e adorava. Desde então começo a dar o cuzinho aos meus namoradinhos e logo cedo aos assédios de alguns machos da rua. Casados, ia para motéis com eles e uma coisa era comum suas esposas não davam o rabo. Mas um deles um dia bebeu demais e abriu o jogo numa mesa de bar. Falou que ele e outros casados fodiam minha bunda direto e deu nomes. Os boatos voaram no bairro todo e não prestou. As esposinhas foram a minha casa revoltadas abriram o jogo com meus pais foi um momento foda de difícil. Fiquei falada como puta bundeira e sei que ainda me veem assim. O foda é que se vejo um macho desejando minha bunda eu não resisto dou o rabo mesmo. Em relação a minha bunda eu esqueço esse lance de fidelidade não sei explicar esse tesão incontrolável. Mas sempre os namorados e até noivos descobriam e nos dois casamentos foi assim. Meus ex maridos adoravam foder meu cu só que eu também dava o rabo a seus amigos e vizinhos e sempre descobrem. Nunca tive um casamento liberal acho que essa seria a única solução para isso. Ter um macho que aceitasse ter minha bunda e que meu rabo também fosse compartilhado com vários machos. Será que acho isso?

Relacionados

Deixe seu comentário

O Maior, Melhor e rápido site de FOTOS AMADORAS do Mundo! Selecionamos sempre as melhores fotos amadoras de mulheres nuas da atualidade. Contos eróticos, fotos de novinhas, fotos de casadas, quadrinhos eroticos, quadrinhos porno e fotos de coroas gostosas sempre selecionadas a dedo. Para quem curte contos eróticos com fotos, fotos de amadoras gostosas, mulheres peladas e várias outras gostosas, temos sempre o melhor conteúdo atualizado diariamente! Baixe fotos de gostosas, fotos de casais, imagens de sexo, quadrinhos porno, animes pornos, fotos porno e muito mais aqui em nosso site! Buscamos sempre o melhor conteúdo para que nossos usuários possam desfrutarem sempre de algo com qualidade e melhor de tudo, é Grátis! Sabemos que um grande números de pessoas pesquisam todos os dias na internet por fotos grátis, contos erotico, e quadrinhos de sexo e muito mais. Navegue a vontade por nossas categorias porno e favorite o site para acompanharem sempre nossas atualizações diárias.


© 2018 - Fotos Amadoras – Fotos De Sexo Caseiro – Fotos De Novinhas – Contos Eroticos