Conto de sexo no estacionamento

Conto erótico de sexo interracial onde uma gostosa acaba transando com negro dotado no estacionamento do trabalho.

Esse é meu primeiro conto porno aqui no site que conheci através de uma seleção de contos eroticos curtos e bem tesudos. Vou relatar apenas uma historia fictícia que me deixa excitado, de pau duro. Nos próximos contos vou escrever de tudo, de homens com mulheres, homens com travesti e todos os tipos de casais que podemos encontrar numa cama. Sexo na parede, no chão e em todos os lugares que se pode proporcionar o prazer.

Para começar vou relatar um conto que pensei a partir de uma frase que ouvir de uma mulher: “achar um homem, pra fuder, ta tão difícil que se eu for atacada por um tarado não vou correr. Vou é pra cima.” Dessa frase pensei em Suzete, mais conhecida como Suzi. Uma funcionária pública bem sucedida e muito bonita. Ela é uma mulher de 1,70 cm de altura e pesa 65kg de pura gostosura. Tudo nela é farto na medida certa, uma cintura e abdome de colocar inveja em qualquer mulher e para completar ela é uma loira de cabelos encaracolados que vão ate a cintura.

A safada sempre foi uma mulher decidida e desde seus 18 anos ela sempre gostou de fuder. Mas hoje em dia o trabalho lhe consome praticamente 24h de seu tempo e ainda pra piorar já tem quase um mês que terminou o namoro. Então se pode concluir que Suzi ta subindo pelas paredes com vontade de fuder.

Numa sexta-feira Suzi, já bem tarde da noite. Enquanto guardava suas coisas no porta mala do carro sente um homem por trás segurando sua cintura e tampando sua boca. O homem misterioso lhe puxava para o lado escuro do estacionamento ele sussurra no seu ouvido que ela tem que ficar calada e que deve ser punida por ser tão gostosa e sua punição vai ser levar uma “peia” de pica.
Suzi completamente assustada e confusa sem entender o que aquele homem estava querendo pede para não ser morta.

Finalmente o sexo real

Agora já em um beco escuro do estacionamento desconhecido por Suzi e o homem ainda segurando seu braço fala que quer fude-la. Ela ainda confusa, mas já não tao assustada começa a prestar atenção naquele homem e foi vendo que ele é negro, deveria ter a sua altura e tinha o corpo bem definido, mas nada exagerado. Durante essa rápida analise que estava fazendo teve um momento que ela resolveu dar pra ele, foi o momento que visualizou o grande e comprido volume que estava entre suas pernas.

Nesse momento ela começou a fingir, dizendo que não queria fazer isso com ele e ainda disse que estava com medo e tudo isso com aquela voz de menininha inocente, mas no fundo, bem no fundo de sua buceta, estava era doida pra conhecer a rola daquele negão.
Com um sorriso estampado no rosto o negão deixou claro que ficou com mais tesão ainda então começou a acariciar o corpo de Suzi. Enquanto ele lambia e sugava os seios de Suzi, ela ficava doida pra gemer, expressar o tesão que estava sentindo.

Continuando a explorar aquele corpo feminino, o negao invade sua bucetinha com seu linguao fazendo Suzi quase gozar, mas antes que isso a acontecesse o empurra esperando que ele metesse logo seu cacete. E foi realmente isso que aconteceu, ele de pé tira as calças deixando a vista uma baita pica preta, dura e cabeçuda, Suzi ficou de olhos esbugalhados pelo que estava vendo. Ela estava com a chochota toda encharcada esperando, sentada no chão toda encolhida fazendo cara de vitima, por aquela pica.

O negao a puxa arranca sua saia e só coloca sua calçinha de lado e mete sua tora, Suzi por alguns segundos sentiu uma dor misturada com um incômodo, o negao parado dentro dela fica sorrindo olhando pra dizendo que ela vai gostar, logo em seguida ele começa o movimento de vai e vem. A dor desaparece e o incômodo se transforma em um imenso prazer.

Suzi não agüentando mais fingir de vitima solta um grito de puro prazer, o negao como resposta a essa reação puxa Suzete mais para si fazendo-o entrar mais profundamente naquela mulher.
Agora que tinha entregado o jogo deixou extravasasse, gemia e pedia mais. Então o negao coloca a de quatro e continua a fude-la e ela diz que é isso que quer. Suzi novamente começa a gritar anunciando que vai gozar, por isso colocou o negao sentado e ela monta no seu colo fazendo seu cuzinho engolir aquela piroca toda, enquanto da o cu vai batendo uma siririca e sem demorar muito ela goza tremendo toda com o pau ainda no cu.

Suzi muito cansada e praticamente quase adormecida ainda percebe que o negao sai de baixo dela tirando aquele monstro de dentro dela, ele em pé goza bem no seu rosto e foi muita porra.
Apos isso Suzete adormece por completo, quando ela acorda se encontra sozinha e fica com muita raiva, pois o negao não deixou nenhum número de telefone. Ela todos os dias que vai para o estacionamento fica na expectativa de encontrar aquele homem novamente.
Esse é o primeiro conto de vários que eu já escrevi, gostaria que você me falasse se gostou, se nao gostou e por que, se você já imaginou algo parecido ou que tipo de conto o deixa excitado.

Relacionados

Deixe seu comentário

O Maior, Melhor e rápido site de FOTOS AMADORAS do Mundo! Selecionamos sempre as melhores fotos amadoras de mulheres nuas da atualidade. Contos eróticos, fotos de novinhas, fotos de casadas, quadrinhos eroticos, quadrinhos porno e fotos de coroas gostosas sempre selecionadas a dedo. Para quem curte contos eróticos com fotos, fotos de amadoras gostosas, mulheres peladas e várias outras gostosas, temos sempre o melhor conteúdo atualizado diariamente! Baixe fotos de gostosas, fotos de casais, imagens de sexo, quadrinhos porno, animes pornos, fotos porno e muito mais aqui em nosso site! Buscamos sempre o melhor conteúdo para que nossos usuários possam desfrutarem sempre de algo com qualidade e melhor de tudo, é Grátis! Sabemos que um grande números de pessoas pesquisam todos os dias na internet por fotos grátis, contos erotico, e quadrinhos de sexo e muito mais. Navegue a vontade por nossas categorias porno e favorite o site para acompanharem sempre nossas atualizações diárias.


© 2018 - Fotos Amadoras – Fotos De Sexo Caseiro – Fotos De Novinhas – Contos Eroticos